segunda-feira, 30 de maio de 2011

FELIZ DIA DAS MÃES

Mãe é uma palavra pequena de três letras apenas (m-ã-e), mas com um significado infinito, pois esta palavra nos recorda amor, amizade sem fim, dedicação, renúncia a si própria, esquecimento de si próprio, força e sabedoria. Uma mãe se dedica tanto até ela é sinônimo de tempo sem hora. Nenhum dicionário definirá a magia do seu significado, a força de sua atração, o amor que nela contido. Nenhuma língua é capaz de expressar o amor, a beleza e a força de uma mãe. Por isso um escritor escreveu:Somente uma coisa no mundo é melhor e mais bela do que a mulher: a mulher que é mãe”. (E. Schefer).

Para sabermos o que é amor, Deus coloca uma mãe dentro de uma família para que seus membros não precisem procurá-lo fora dela. A mãe é a encarnação do amor dentro da família. Até o ditado judaico tem ousadia de dizer: "Deus não pode estar em todos os lugares e por isso fez as mães”. Por ser a encarnação desse amor dentro da família, a mãe compreende até o que os filhos não dizem ou até as coisas que tem por trás das palavras pronunciadas por eles, pois ela é capaz de ouvir e de entender até o silêncio de seus filhos. Ela existe para amar, para nutrir, para cuidar, para dar a vida.

Os abraços de nossa mãe estão sempre abertos quando necessitamos de um abraço para nos sentir protegidos. Seu coração tem uma grande compreensão quando precisamos de uma amiga capaz de dizer: “Conte comigo em qualquer situação!”. Seu amor e sua força estão sempre disponíveis e dispostos a nos ajudar quando ficamos desanimados e desistimos de lutar por uma vida digna de ser vivida. Seus olhos ficam endurecidos quando ela percebe que estamos brincando com o perigo.

A mão de nossa mãe que nos acolheu e nos abraçou no berço é a mesma mão que nos deixa partirmos para viver nossa vida e nossa peregrinação neste mundo com o desejo de ver-nos realizados como seres humanos, filhos de Deus.

Por isso, um escritor escreveu: “Mãe é a amiga mais verdadeira que temos quando a dificuldade dura e repentinamente cai sobre nós; quando a adversidade toma o lugar da prosperidade; quando os amigos que se alegram conosco nos bons momentos nos abandonam; quando os problemas complicam-se ao nosso redor, ela ainda estará junto de nós, e se esforçará através de seus doces preceitos e conselhos para dissipar as nuvens de escuridão, e fazer com que a paz volte aos nossos corações (Washington Irving).

Tudo o que somos devemos à nossa mãe. Resta-nos dizer neste dia: “Obrigado mamãe. Deus a abençoe! E FELIZ DIA DAS MÃES!
Rio de Janeiro, 08 de Maio de 2011
Vitus Gustama, SVD

Nenhum comentário: