sábado, 25 de junho de 2011

ORAÇÃO DE HUMILDADE

Por tua glória, Senhor,
Concede-me um espírito flexível,
A fim de que eu eceite parecer fraco e indefeso,
Ao invés de magoar ou ferir.

Concede-me um espírito simples,
A fim de que nunca eu seja peso
Para os que me rodeiam.

Concede-me um coração humilde,
A fim de que nunca me endureça
Diante das críticas, das deslealdades,
Dos juízos duros e apressados.

Concede-me, Senhor, uma vontade firme,
A fim de que eu persevere,
Apesar do cansaço e apesar da ingratidão.

Concede-me uma vontade paciente,
A fim de que meus irmãos sejam sempre felizes,
Apesar de seus defeitos e fraquezas.

Concede-me, Senhor, a graça de nunca julgar sem provas
E de julgar com misericórdia.

Senhor, fazei que eu saiba escutar, adivinhar, perdoar
Para que meus irmãos sejam menos infelizes.

E, por outro lado, Senhor,
Não deixes que eu seja daqueles que falam muito e nada fazem;
Daqueles que tudo começam e não terminam coisa alguma;
Daqueles que nada fazem e passam a vida criticando;
Daqueles que desejam receber e nunca dão nada;
Daqueles que sabem apenas pedir e nunca se lembram de agradecer!

Resumido e adaptado de La Revue Franciscaine,
Montreal, no.6, Nov./dez. 1977

Fonte desta oração: Em Tuas Mãos, Senhor
                             Frei Luiz Carlos do Nascimento, OFM
                             Editora Vozes

Nenhum comentário: