sábado, 11 de maio de 2013

DIA DAS MÃES

 
 
 
DIA DAS MÃES NO MUNDO

domingo de maioEstados Unidos, Brasil, Dinamarca, Finlândia, Japão, Turquia, Itália, Austrália e Bélgica

domingo de fevereiro – Noruega

domingo de outubro – Argentina

dia da primavera – Líbano

domingo de maio - Portugal, Espanha

10 de maio – México

Último domingo de maio – Suécia

domingo da Quaresma – Inglaterra

***************************

Neste Segundo Domingo de Maio celebramos o Dia das Mães.


Não cabe nossa gratidão e nossos agradecimentos à nossa mãe, neste dia, numas palavras poéticas e comoventes, num boque de flores, num presente material comprado numa loja, num abraço apertado e carinhoso, na leitura preparada para uma homenagem e assim por diante., pois uma mãe merece muito mais do que tudo isso. Mesmo assim tudo isso é válido. Mãe é o sinônimo do amor.


O amor duma mãe é eterno e por isso, é cotidiano.

O amor de uma mãe é eterno e por isso, jamais morre nem pela própria morte.

O amor de uma mãe é eterno e por isso, jamais é abolido pelo comportamento não ético de um filho ou de uma filha.

O amor de uma mãe é eterno e por isso, mesmo na fraqueza, na doença e na dificuldade ele continua forte e firme.

O amor de uma mãe é eterno e por isso, uma mãe continua rica, pois ninguém é pobre quando ama.

O amor de uma mãe é eterno e por isso, com ela estamos no Paraíso, pois o Paraíso é sempre onde habita o amor.
Uma mãe ama bastante, pois ela ama demais.


Amor é volume numa palavra, oceano numa lágrima, o sétimo céu numa olhadela, um furacão num suspiro, um relâmpago num simples contato, um milênio num instante, o Paraíso aqui na terra. uma mãe possibilita tudo isso.

MUITO OBRIGADO, MÃEZINHA! (Vitus Gustama,svd)


Bendita sejas, mãe, por teres acolhido
Minha frágil semente dentro do teu cálice.
Bendita sejas, mãe, por tua docilidade
Em acatar a vontade do Pai, para que,
Mediante teu dom, pudesses dar-me à luz com amor.


Bendita sejas, mãe, pelas gotas do doce néctar
Que depositaste em minha boca.
Bendita sejas, mãe, por todas as noites que passaste em claro para embalar minhas dores e aquietar meu pranto.
Bendita sejas, mãe, por todos os dias de deserto
Em que me deste tua sombra amiga e farta.


Bendita sejas, mãe, pelos dias tempestuosos
Em que me agasalhaste no teu porto seguro.
Bendita sejas, mãe, por todos os dias nublados
Em que te tornaste o meu sol,
Em que comigo riste e brincaste.


Bendita sejas, mãe, por teres ensinado teus filhos
A desvendar caminhos, a descobrir luzes e cores,
A agradecer, a cantar, a rezar e amar a Deus,
A valorizar a vida, a respeitar a admirar a natureza.


Bendita sejas, porque és amiga na alegria e na dor.
Bendita sejas pela tua grande
E pelo exemplo de doação, fidelidade e amor sem medida.
Por tudo isso, mãe, bendita sejas!” (Rosa Maria Aires da Cunha)

 

Pelos pratos de sopa no seu peito,
Pelas colheradas no seu olho
Pelos beijos sujos de chocolate,
Pelas golfadas de leite no seu vestido de missa,
Desculpe, mãe!


Pelas palavras malcriadas do adolescente que eu era,
Pela ingratidão daquele dia
Em que você pediu carinho e eu fugi,
Pelas mentiras que eu disse, sabendo que a feria,
Pelas vezes que eu a achei chata por pegar no meu ,
Desculpe, mãe!


Por ter voltado menos vezes do que deveria,
Por achar tolamente
Que não tinha mais nada a aprender com você,
Por não entender o seu processo de envelhecimento,
Desculpe, mãe!


Acho que nunca conseguirei entender o que é ser mãe.
Felizmente, você sabe o que é ser mãe.
E por isso que olho para você e,
Com um imenso “desculpe”,
Grito feliz o meuobrigado”.
Eu nem sempre soube ser filho.
Feliz mente, a senhora nunca se esqueceu de ser mãe”. (Pe. Zezinho,scj)  

 

 
 
FELIZ DIA DAS MÃES PARA TODAS AS MÃES!
P. Vitus Gustama,svd

Nenhum comentário: